quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Gibraltar



Gibraltar, território ultramarino inglês, situado em terras espanholas.
Para entrar temos de passar pela alfandega inglesa.



Com as famosas cabines telefónica.


A pista de aterragem é a principal e única estrada que atravessa Gibraltar.
Tivemos a sorte de vermos a aterragem de um avião.
Parou tudo, soaram nos altifalantes para nos apressarmos a chegar fora da pista de aterragem, fechou os semáforos e os polícias Gibraltinos armados "até aos dentes", tomaram medidas antiterroristas.
Um espetáculo único de se assistir.


Apanhamos o ascensor até ao topo do rochedo (+/- 500 metros de altitude).
Muito caro, o que pagámos os 4, foi o equivalente ao que pagamos num hotel em Los Barrios, para os 4, com pequeno almoço incluído.


Relevou-se uma pequena fortuna, tendo em conta que o que se vê no topo é a vista e os macacos.
Macacos esses que se relevaram perigosos, que roubam e que mordem quando são contrariados.

Este foi o único macaco que eu e os miúdos gostamos.
Um macaco de peluche que emite sons a imitar os originais que a Vitória a batizou de Macacaca.


Um maravilhoso carrinho de sorvetes.


E um conhecido marco de correio.

Apesar do macacos me terem assustado muito, adorei Gibraltar, o frenesim das ruas movimentadas, o comércio local, e o facto de ser um pedaço inglês agarrado a Espanha.

Vale muito a pena conhecer.

Beijos

Ana

2 comentários:

  1. Não conheço mas parece bastante interessante :)
    Boas férias

    ResponderEliminar
  2. Vale muito a pena conhecer.
    Boas férias.

    ResponderEliminar